google-site-verification: googled5a38144460aaa94.html #mensagens diversificadas |md|: Brasil

Hot

Pesquisar

Mostrando postagens com marcador Brasil. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Brasil. Mostrar todas as postagens

04/03/2016

Biometria obrigatória em Vitória, ES: compareça ao cartório eleitoral

14:24 0












9 de outubro de 2015 - 16h45





TRE-ES Biometria Cartaz Vitória

Biometria obrigatória em Vitória: compareça ao cartório eleitoral

O Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES) começou a fazer o cadastramento biométrico dos eleitores do município de Vitória. A coleta de assinatura, digitais e foto éobrigatória para todos os eleitores da capital do estado, que tem até o dia 31/03/2016 para realizar o procedimento na Justiça Eleitoral.
Cerca de 257 mil eleitores deverão passar pelo procedimento, realizado na Central de Atendimento de Biometria, 52ª Zona Eleitoral (Centro Empresarial Praia – Praia do Suá) e 56ª Zona Eleitoral (Rodovia Norte-Sul). Veja aqui qual local atende o seu bairro.
Para fazer a revisão biométrica o eleitor deve levar ao posto de atendimento um documento oficial de identificação e comprovante de residência. O cadastramento biométrico é obrigatório para todos os eleitores entre 18 e 70 anosOs eleitores que têm o voto facultado (analfabetos, jovens com 16 e 17 anos e cidadãos com mais de 70 anos) e que possuem interesse em participar do processo eleitoral também deverão fazer o cadastro biométrico. 
Não são aceitos a CNH como documento de identificação para a operação de alistamento (primeiro título) e o novo modelo de passaporte para qualquer operação eleitoral, por não conterem dados referentes à nacionalidade/naturalidade ou à filiação.
O eleitor que não comparecer dentro do prazo estabelecido terá o título cancelado; quem não fizer o cadastro está impedido de obter passaporte, de participar de licitações, de tomar posse em cargos públicos e de se matricular em instituições públicas de ensino .

Endereço dos Cartórios
Central de Atendimento de Biometria – Reta da Penha, 397. Próximo à ladeira do Hospital Infantil52ª Zona Eleitoral – Rua Vitório Nunes da Motta, 95 – Centro Empresarial Praia – Praia do Suá56ª Zona Eleitoral – Rod. Norte-Sul, 600 – Ao lado da Grafitusa

Horário de atendimento
9h às 18h, de segunda a sexta-feira10h às 18h, no sábado 







Quem somos










fonte de pesquisa: tre-es.jus




Comentem sobre o artigo, suas opiniões, as quais são importantes para nosso site!

- Tirem suas dúvidas através de contato
ou através de:
nosso formulário de comentários aqui!!!


Att.
Equipe

Continue lendo +

21/12/2015

Museu da Língua Portuguesa...é atingido por incêndio...

12:43 0




21/12/2015 16h30 - Atualizado em 21/12/2015 18h02

Incêndio atinge Museu da Língua Portuguesa

Bombeiros enviaram 37 viaturas para o local.
Chamas tomaram conta dos três andares e da cobertura.

Do G1 São Paulo
Um incêndio de grandes proporções atinge o Museu da Língua Portuguesa, na região central de São Paulo, na tarde desta segunda-feira (21), segundo informações do Corpo de Bombeiros. De acordo com a corporação, 37 viaturas e 97 bombeiros foram enviadas ao local. Os bombeiros disseram que por volta de 17h15 o incêndio foi controlado, mas por volta de 17h30 as chamas atingiram a torre do museu. Chove no local.
Não há informações sobre as causas de incêndio e se há vítimas. O museu estava fechado para o público nesta segunda-feira. O Museu da Língua Portuguesa fica na Praça da Luz e tem três pavimentos e uma área de 4,3 mil m².
O fogo tomou conta de boa parte do museu. As chamas eram muito altas. A Estação da Luz do Metrô está fechada.
Marcos Palumbo, coronel do Corpo de Bombeiros, disse que o incêndio começou no primeiro andar e passou para os andares superiores.
"As chamas se propagaram de forma muito rápida. Tivemos a notícia que o incêndio começou e se propagou rapidamente até pela estrutura de madeira, material plástico e borracha que compõem o museu. Isso faz com que o fogo se propague rapidamente", disse Palumbo à GloboNews.

Inaugurado oficialmente no dia 20 de março de 2006, o Museu da Língua Portuguesa abriu suas portas ao público no dia 21 de março daquele ano. Em seus três primeiros anos de funcionamento mais de 1,6 milhão de pessoas já visitaram o espaço, consolidando-o como um dos museus mais visitados do Brasil e da América do Sul.
Isa Ferraz, curadora do Museu da Língua Portuguesa, diz que o incêndio é "uma tragédia".  "O museu é fruto de um trabalho de muitos anos de uma equipe multidisciplinar para criar algo completamente novo. O museu mudou paradigmas e virou referência internacional. Foi revolucionário não só pela tecnologia e formato mas pela maneira de encarar a língua portuguesa. Temos todos os arquivos de todo o conteúdo."
A curadora disse que o museu em uma linha do tempo de 33 metros que reconstitui todo o caminho da língua portuguesa, africana e ameríndia até se encontrar no Brasil. "Tudo isso pode ser recuperado. vai ter de remontar os filmes. Temos muita coisa em back up."
Fogo atinge o Museu da Língua Portuguesa na região central de São Paulo (Foto: Luciana Rossetto/G1)Fogo atinge o Museu da Língua Portuguesa na região central de São Paulo (Foto: Luciana Rossetto/G1)
Fogo atinge o Museu da Língua Portuguesa na região central de São Paulo (Foto: Renata Melo/VC no G1)Fogo atinge o Museu da Língua Portuguesa na região central de São Paulo (Foto: Renata Melo/VC no G1)
Fogo atinge o Museu da Língua Portuguesa na região central de São Paulo (Foto: Renata Melo/VC no G1)Fogo atinge o Museu da Língua Portuguesa na região central de São Paulo (Foto: Renata Melo/VC no G1)
Fogo atinge o Museu da Língua Portuguesa na região central de São Paulo (Foto: Roney Domingos/G1)Fogo atinge o Museu da Língua Portuguesa na região central de São Paulo (Foto: Roney Domingos/G1)
Incêndio no Museu da Língua Portuguesa (Foto: Reprodução)Incêndio no Museu da Língua Portuguesa (Foto: Reprodução)
Internauta flagrou o incêndio no Museu da Língua Portuguesa (Foto: Cristiane Neri/VC no G1)Internauta flagrou o incêndio no Museu da Língua Portuguesa (Foto: Cristiane Neri/VC no G1)
Incêndio no Museu da Língua Portuguesa (Foto: Reprodução)Incêndio no Museu da Língua Portuguesa (Foto: Reprodução)
Museu da Língua Portuguesa (Foto: Reprodução)Museu da Língua Portuguesa (Foto: Reprodução)
SP incêndio Museu da Língua Portuguesa (Foto: Luciana Rossetto/G1)SP incêndio Museu da Língua Portuguesa (Foto: Luciana Rossetto/G1)
Foto tirada na região central mostra a fumaça provocada pelo incêndio (Foto: Luciana Rossetto/G1)Foto tirada na região central mostra a fumaça provocada pelo incêndio (Foto: Luciana Rossetto/G1)
arte incêndio museu da lingua portuguesa (Foto: Editoria de Arte/G1)

Fogo atinge o Museu da Língua Portuguesa na região central de São Paulo (Foto: Roney Domingos/G1)Fogo atinge o Museu da Língua Portuguesa na região central de São Paulo (Foto: Roney Domingos/G1)


 fonte: G1







Gostando do artigo, deixe sua idéia!
Que tal?
Comentem sobre o artigo, suas opiniões, as quais são importantes para nosso site!

- Tirem suas dúvidas através de contato
ou através de:
nosso formulário de comentários aqui!!!


Att.
Equipe
mensagensdiversificadas.com.br
Continue lendo +

17/12/2015

.Justiça determina bloqueio do WhatsApp em todo o Brasil por 48 horas

15:46 0

Justiça determina bloqueio do WhatsApp em todo o Brasil por 48 horas



Justin Sullivan/Getty Images/AFP
Além de troca de mensagens, Whatsapp também permite chamadas telefônicas via internet
Além de troca de mensagens, Whatsapp também permite chamadas telefônicas via internet


A Justiça mandou as operadoras de telefonia fixa e móvel bloquearem o serviço de mensagens instantâneas WhatsApp em todo o país por 48 horas, a partir de 0h desta quinta (17). A medida foi determinada pela 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo nesta quarta (16).
Embora travem uma disputa com o aplicativo há meses, as teles receberam a determinação judicial com surpresa.
Até as 22h, o Sinditelebrasil, associação que representa o setor, informou que as operadoras tentariam cumprir a decisão no prazo definido.

WHATSAPP FORA DO AR
Justiça determina bloqueio do app
whatsapp
Mas, devido às dificuldades técnicas do bloqueio e ao impacto que ele causará no serviço das operadoras, a Oi decidiu entrar com pedido de recurso. Se o pedido sair até a meia-noite desta quarta, o bloqueio não será efetivado pela operadora. 

Até as 22h, as demais operadoras ainda não haviam se manifestado sobre pedidos de recurso. Quem não tiver recurso judicial e não cumprir o bloqueio correrá o risco de multa e os representantes da operadora podem ser presos.
A Folha apurou que a Justiça em São Bernardo do Campo quer que o WhatsApp fique fora do ar no país devido a uma investigação criminal. 

As autoridades que investigam o caso obtiveram autorização judicial para que o WhatsApp quebrasse o sigilo de dados trocados pelos investigados via aplicativo, mas a empresa não liberou as informações solicitadas. O bloqueio seria uma represália. 

Em fevereiro, um caso parecido ocorreu no Piauí, quando um juiz também determinou o bloqueio do WhatsApp no Brasil. 

O objetivo era forçar a empresa dona do aplicativo a colaborar com investigações da polícia do Estado relacionadas a casos de pedofilia.

A decisão foi suspensa por um desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí após analisar mandado de segurança impetrado pelas teles. 

SEM COMUNICAÇÃO
 
No ofício, a Justiça de São Bernardo do Campo lista todas as empresas, entre operadoras de telefonia fixa e móvel, provedores de internet, e até empresa de cabos submarinos que deveriam fazer o bloqueio.

Para cumprir a decisão judicial, elas estavam, até as 22h, em uma operação de guerra. 

Isso porque, tecnicamente, não é fácil bloquear o WhatsApp. Os acessos feitos pelo aplicativo mudam as "digitais" em intervalos de tempo bastante curtos, o que requer mais trabalho das equipes técnicas das empresas. 

Apesar de ser dona do aplicativo, o Facebook no Brasil não comentou o caso porque considera o WhatsApp um negócio separado. A assessoria de imprensa do aplicativo nos EUA não respondeu até as 22h.

PIRATARIA
 
As teles já vinham reclamando ao governo que é preciso regulamentar o serviço do aplicativo, que faz chamadas de voz via internet. Para elas, esse é um serviço de telecomunicações e o WhatsApp, e demais aplicativos do gênero, não poderiam prestar porque não são operadores.
Recentemente, o presidente da Vivo, Amos Genish, disse em um evento que o aplicativo prestava um serviço "pirata" e defendeu regulamentação.
"Não tenho nada contra o WhatsApp, que é uma ferramenta muito boa, mas precisamos criar regras iguais para o mesmo jogo", disse.
"O fato de existir uma operadora sem licença no Brasil é um problema", afirmou Genish, em referência ao serviço de voz do aplicativo.
Para o executivo, o WhatsApp estaria funcionando, na prática, como uma operadora de telefonia. 

 fonte: www1.folha.uol 




Gostando do artigo, deixe sua idéia!
Que tal?
Comentem sobre o artigo, suas opiniões, as quais são importantes para nosso site!

- Tirem suas dúvidas através de contato
ou através de:
nosso formulário de comentários aqui!!!


Att.
Equipe
mensagensdiversificadas.com.br
Continue lendo +

mensagens

Post Top Ad